Avançar para o conteúdo principal

Ninguém nos avisou

Crescemos a acreditar nos sonhos, a ansiar pelo futuro em que vamos fazer o que sempre sonhamos. Perdemos anos da nossa vida a estudar, a fazer formações e tudo mais para sermos cada vez melhores, e no fim o que nos resta? Na maior parte dos casos fica apenas um vazio, um enorme medo de sermos obrigados a enfrentar a realidade: nós não vamos fazer aquilo de que gostamos.
fonte
Ninguém nos avisou que os nossos sonhos se reduziam a nada quando somos milhares a correr para o mesmo lugar. E acreditem que o ser "ser bom" não chega... Nunca vai chegar por diversos motivos e nós vamos estar sempre frustrados.
Ninguém nos avisou que um dia teríamos que desistir do sonho pelo qual tanto demos só porque não existe a possibilidade de subir o próximo degrau.
Os degraus existem para serem escalados um a um, mas quando por algum motivo a escadaria está interrompida a subida é difícil e na maioria das vezes solitária. O tempo que perdemos a construir o degrau que falta vai ser usado contra nós, o dinheiro que precisamos para os materiais de construções, vai acabar antes de acabares os degraus e ai percebes que simplesmente acabou.
Ninguém nos avisou que depois de vários trabalhos precários para sustentarmos este sonho, teríamos que aceitar que foi tudo em vão e que esses trabalhos precários deixaram de ser um passado para serem o teu futuro.
Ninguém nos avisou que podemos tentar tudo e mesmo assim não conseguir.

Comentários

  1. Infelizmente é a realidade de muitos de nós..
    Após a conclusão da licenciatura, procurei emprego na área e fora dela, tendo a sorte de arranjar sempre um part-time mas, só ao fim de 3 anos é que consegui uma oportunidade na minha área.. Acabou por ser uma sorte talvez, pois estava quase para desistir.

    Beijinho*

    Cristiana Teixeira ~ Pink and Sparkle

    ResponderEliminar
  2. É uma grande verdade! No entanto há que não desistir e encontrar satisfação em pequenas coisas do dia a dia...ou tudo se tornará insuportável!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. tens toda a razão, mas sabes que a frustração é complicada!

      Eliminar
  3. Infelizmente é verdade...

    Isabel Sá
    http://brilhos-da-moda.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  4. Poxa, excelente texto! Penso tanto assim... Ninguem nos avisou que ia ser facil... mas faz parte, e e nos piores momentos que encontramos forcas para move on, seguir em frente :) E isso que nos da pica :)
    Coragem, minha linda, nos vamos conseguir dar a volta :)
    Bjinhossss

    https://matildeferreira.co.uk/

    ResponderEliminar
  5. Um belo texto minha amiga.
    Gostei de o ler.
    Um abraço e continuação de uma boa semana.

    ResponderEliminar
  6. Grande texto Teresa.
    Infelizmente, para a maiorira, esta é a dura realidade e sim, ninguém nos avisou e por isso viveremos muito tempo frustrados e infelizes, até percebermos que devemos viver a vida, pois só existe uma.
    Beijinho grande.

    misscokette.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  7. Infelizmente essa é a realidade da maioria dos jovens! Beijinhos
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  8. Isso é algo que a vida se encarrega de nos ensinar.. Podemos não estar preparados, mas o essencial é não baixar os braços e continuar a batalhar!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  9. gostava mesmo que essa não fosse uma realidade. estou no primeiro ano da licenciatura de matemática aplicada e tenho momentos em que a motivação me falta e penso sempre que tudo irá compensar no futuro e custa-me que atualmente nem isso seja a realidade.
    o-blogdaritinha.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também tinha inseguranças dessas durante o meu curso... Só me resta esperar que não faças parte destas estatísticas!

      Eliminar
  10. Infelizmente, sei muito bem do que falas e como te sentes.
    Além de ser um reformado antecipado, para fugir a um longo e penoso desemprego, sou também pai de dois jovens que estão neste momento a fugir deste País.
    Acrescentaria ao teu fantástico texto, que ninguém nos avisou ser de novo necessário uma "doutrina" do antigamente... a cunha! Sim, a tal cunha que leva alguém a ultrapassar tudo e todos (a entrega da candidatura foi só um pequeno pro-forma, para disfarçar), mesmo não tendo o perfil necessário, nem qualificações. Simplesmente é do 'partido' ou 'familiar' do Sr. Tal....
    Enfim.
    Coragem e muita paciência.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tens toda a razão... Não quis ir por aí mas a verdade é que a "cunha" também tem a sua influência!

      Eliminar
  11. Magnífico texto. UM grito de desespero, de insatisfação. Infelizmente é a realidade da maioria dos jovens e de muitos que perderam o emprego.
    Não imagino onde iremos parar!

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  12. Lembra-te que já fomos milhões a correr para um lugar e ganhámos a corrida!

    ResponderEliminar
  13. Sinto-me abraçada virtualmente! Sinto-me exactamente como descrevestes!
    Beijinho
    http://themarielement.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  14. Pois Teresa, é a realidade sim! não te disseram mas também não deves pensar que não vais arranjar nada, dá tempo ao tempo, sei que não é facil mas vais conseguir.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O problema é que não falo só de mim, mas de uma realidade que se expande a família e amigos...

      Eliminar
  15. Respostas
    1. Infelizmente existem dias em que enfrentamos coisas mais desanimadoras na nossa vida!

      Eliminar
  16. Infelizmente, muitos poucos têm a sorte de fazer o que gostam
    Beijinhos
    Clara Dinis
    docinhomorango7.blogspot.com

    ResponderEliminar
  17. Sabes? Acho que muitas vezes nos ensinam isso, nós é que, por diversos motivos, não retemos essa informação.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não duvido, mas a verdade é que a maioria das pessoas diz "estuda para seres alguém", mas poucas pessoas dizem "estuda para tentares seres alguém".

      Eliminar
  18. Realidade nua e crua!!! Às vezes acho que somos demasiado novos e imaturos para decisões tão importantes que vão ser a linha da nossa vida. Que post fabuloso este!!
    Beijinho
    elisaumarapariganormal.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  19. Infelizmente é a verdade, ainda que magoe muita gente. E não me parece que as coisas melhorem, pelo menos tão cedo..

    ResponderEliminar
  20. É mesmo o país que temos, Teresa!...
    Ensinam-nos a caminhar... mas não nos dizem... que é preciso construir a estrada... de raiz, por vezes...
    Eu nem penso em subir degraus... apenas continuar seguindo...
    Adorei o teu texto!
    Beijinhos
    Ana

    ResponderEliminar
  21. Revi-me completamente nas tuas palavras e olha que eu já ando na procura há demasiado tempo. A verdade é que a espera por um futuro que sonhámos e ambicionámos noutros tempos tende a ficar cada vez mais longínquo e a frustação vai ganhando cada vez mais espaço na nossa vida. A esperança é mesmo encontrar alternativas dentro dos nossos gostos, transformar os hobbies em ganha pão quem sabe, era o que eu gostava :)
    Beijinhos ...
    Guloso qb

    ResponderEliminar
  22. Infelizmente para muita gente é isso mesmo!
    Eu faço parte de uma geração em que nos formávamos e conseguíamos logo trabalho!
    Meus filhos...na casa dos trinta...já sentiram alguma dificuldafe...mas atualmente é um desespero!
    Bj amigo

    ResponderEliminar
  23. Caramba, como este texto é tão verdade.

    ResponderEliminar
  24. Ninguém avisou porque os que o poderiam fazer também embarcaram na ilusão de que uma formação superior (o ser "doutor") era o que bastava para se abrirem portas. So que não foram umas portas quaisquer... foram as comportas de uma barragem! E aí, quando o planeta inteiro está cheio de "doutores" é o equivalente a estar cheio de idiotas.

    TUdo o que é excesso de oferta vira de pouco valor. Diminui de valor.
    E hoje, deu-se a volta e são as profissões antes consideradas as mais simplórias - as de mão de obra pura e dura - as mais valorizadas e as quais se encontra com maior facilidade contratação e nas quais se retira melhores rendimentos.

    Portanto, filhos, se quiserem arranjar uma carreira bem remunerada e com saídas, vão para eletricista, pedreiro, reparador de automóveis, etc, etc, etc

    ResponderEliminar
  25. Um belo e lindo texto. Aliás que texto riquíssimo em detalhes, detalhes que por si faz-no meditar em coisas profundas....
    Desde ja ja estou a te segui, gostei do que li e vi....
    big bj...... espero sua visita ja estou a seguir.... por favor faça o mesmo

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

TAG| 100 perguntas que ninguém pergunta

Sabendo como eu gosto de responder a TAGs a Matilde do blog "O Cantinho da Tily", nomeou-me para este desafio bem simples e divertido. As regras são simples, responder às 100 perguntas, e nomear quem quisermos. Vamos a isso? 1. Você dorme com as portas do seu armário aberta ou fechada? Prefiro fechada por uma questão de organização, mas não me faz diferença. 2. Você leva embora os shampoos e condicionadores dos hotéis? Sim!!! 3. Você dorme com seu edredão dobrado para dentro ou apra fora? Tanto faz! 4. Você já roubou uma placa de rua? não, mas confesso que gostava de ter uma! 5. Você gosta de usar post-it? Adoro! 6. Você corta cupões, mas depois nunca usa? Sim! 7. Você prefere ser atacado por um urso ou um enxame de abelhas? Venha o diabo e escolha! 8. Você tem sardas? Nop. 9. Você sempre sorri para fotos? Quase sempre! 10. Qual é a sua maior neura? Ui se as coisas não levarem o rumo que eu quero fico do pior! 11. Você já contou seus passos enquanto você andava? Sim. 12. Você já fez x…

As férias acabaram... Como é que ficaram os animais abandonados?

Existe uma dura realidade que após as férias de verão fica esquecida. Se no inicio do verão as campanhas de sensibilização são muitas (e mesmo assim não são suficientes), a verdade é que depois dos dias dourados de verão, já ninguém pergunta o que aconteceu ao cão idoso que abandonaram às portas de uma instituição, ou então como está aquele cachorrinho que deixaram na beira da estrada.
A minha pergunta para vocês é: Afinal o abandono está a diminuir?
E infelizmente a resposta é não! No final do verão contactei várias instituições que recolhem animais e as respostas são sempre iguais: Não! Não diminuiu.
Para vos ilustrar esta realidade, pedi a várias instituições dados sobre o abandono de animais durante os meses de verão, porém só a Associação Midas no Porto é que se ofereceu para disponibilizar dados concretos:

2015 - 53 animais acolhidos pela instituição.
2016 - 107 animais acolhidos pela instituição. 
2017 - 71 animais acolhidos pela instituição.

Porém antes de começarem a bater palma…

A menina bonita

Decerto que lhe conhecem a imagem, a menina de nove anos, chama-se Kristina Pimenova, e é já considerada uma das raparigas mais belas dos últimos tempos.
A criança, é modelo para marcas como Armani, Vougue e Dolce & Gabanna, e desde os 3 anos que assina contratos milionários. Kristina Pimenova, nasceu em Moscovo, e está inscrita em agências de modelos desde tenra idade. Quem patrocinou tudo isto?! A sua mãe, Glikeriya Pimenova, também uma ex-modelo, tem levado a filha à ascensão, porém, tem também sido criticada por isso. Além de muita gente a criticar por não permitir que Kristina tenha a vida de uma criança normal, a mãe da mesma é ainda mais criticada por ter permitido que recentemente a filha pousasse maquilhada e vestida de forma pouco própria para a sua idade. Glikeriya Pimenova, gere os contratos milionários da filha, bem como as redes sociais da mesma que já tem mais de 300 mil seguidores. Porém não é o numero de seguidores que vai determinar a infância que muitos dizem p…